12 de novembro
Geral
5 visualizações
Comentar (disqus)

Criação de sites portais com WordPress

Hoje é grande a quantidade de ferramentas que permitem ao próprio dono do negócio criar seu site institucional. Sem negar esse fato, ainda existem situações onde é necessário criar interações complexas, que exigem programação avançada, para integração de plugins, interação com banco de dados, APIs e tempo real.

Por que usar WordPress para sites e portais?

WordPress é o CMS mais famoso da web, e não é atoa. A grande quantidade de plugins e a consequente produtividade agregada ao uso desse framework fazem com que todos

WordPress é disponibilizado em duas versões distintas: WordPress.org e WordPress.com

Este primeiro, WordPress.org, tem seu código-fonte disponível gratuitamente para download com licença mara modificação completa dos desenvolvedores, permitindo que se publique em seu próprio servidor.

WordPress.com, é ideal para pessoas que precisam apenas de recursos genéricos e não pretendem criar recursos a partir de regras de negócio customizadas. Para criar com WordPress.com é preciso apenas configurar informações de seu website. Paga-se pelo uso de recursos do servidor. Essa versão não dispõe de seu código-fonte disponível para download com licença mara modificação completa dos desenvolvedores, sem opção de publicar em seu próprio servidor.

Surgindo a necessidade de interações complexas, é preciso contratar um especialista em desenvolvimento WordPress para obter uma aplicação de qualidade no time-to-marketing necessário. Este especialista conhece a capacidade

Uma apresentação foi montada para explicar recursos oferecidos pelo WordPress aos que pretendem iniciar um projeto de desenvolvimento de site portal:



12 de novembro
Geral
5 visualizações
Comentar (disqus)
4 anos trabalhando em projetos PHP são base sólida para assimilação de outras linguagens e busca de novos desafios. Técnico em Informática, Graduado em Sistemas de Informação pela PUC Minas, criei projetos de sistemas web sob demanda para negócios variados. A criação de suportes para conciliação bancária e projetos EAD foram os projetos mais comuns desde então.